Call us toll free:
Top notch Multipurpose WordPress Theme!

BADOU BOY

Senegal, 1970, cor, 56min

O jovem Badou Boy vaga pelos ônibus e pelas ruas de Dakar aprontando confusões e perturbando a paz da capital do Senegal. Um policial atrapalhado passa a persegui-lo em um “jogo de gato e rato”. Parte paródia, parte fábula, o filme faz uso dos recursos econômicos e estratégicos do filme de gângster e da estética psicodélica punk para falar sobre a experiência pós-colonial africana.

Direção, Roteiro e Produção: Djibril Diop Mambéty

Produtora: Kankourama

Fotografia: Baïdy Sow

Som: Grégoire Cabou

Música: Lalo Dramé, Christoph Colomb

Montagem: Andrée Blanchard

Elenco: Lamine Bâ, Al Demba Ciss, Christoph Colomb, Aziz Wasis Diop, Moustapha Touré, Djibril Diop Mambéty

Djibril Diop Mambéty admite que Badou boy “é um menino de rua ligeiramente amoral que se parece muito comigo”. Premiado no Festival de Cannes, Festival de Cartago e Festival de Moscou.