Call us toll free: +1 800 789 50 12
Top notch Multipurpose WordPress Theme!

Safi Faye (Dakar/Senegal, 1943)

Nascida na aldeia Fad’jal, no berço de uma família camponesa, Safi Faye era professora da educação básica, quando conheceu Jean Rouch, em 1966, no I Festival Mundial de Artes Negras de Dakar. Rouch a introduziu ao cinema, com um papel no filme Petit à petit, de 1971. Safi se muda em 1972 para Paris, com o intuito de estudar antropologia na École Pratique des Hautes Études e, posteriormente, cinema na École Nationale Supérieure Louis-Lumière. Em Paris dirige seu primeiro filme, o curta-metragem La passante, de 1972. Em 1975, realiza o longa Carta camponesa, tornando-se a primeira mulher africana a dirigir um filme distribuído comercialmente. Diretora pioneira numa área dominada por homens, a carreira cinematográfica de Safi Fare nos lembra da importância da luta feminista.